Justiça decreta sigilo de investigação do acidente que matou ministro


Foi decretado o sigilo das investigações realizadas pela Polícia Federal (PF) sobre a queda do avião que levava o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e relator da Operação Lava Jato, Teori Zavascki.

De acordo com informações do portal G1, a ordem é do juiz Raffaele Felice Pirro, da 1ª Vara Federal de Angra dos Reis (RJ), e foi dada nesta segunda-feira (23).

Dois inquérito estão investigando o acidente. Um aberto pela PF e sob responsabilidade do delegado chefe da Polícia Federal de Angra, Adriano Antonio Soares, e outro aberto pelo Ministério Público Federal (MPF).

Além de um gravador de voz, documentos relativos à manutenção da aeronave e peças içadas após o acidente serão averiguados. Provas testemunhais no local da queda também estão sendo recolhidas.

O avião com o ministro e mais quatro pessoas caiu na última quinta-feira (19), em Paraty (RJ). Todos as pessoas a bordo morreram.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Geral

Destaques