"Não aceitaremos aumento das passagens", dispara Wellington sobre possível paralisação do transporte em São Luís



O deputado estadual Wellington do Curso (PP) se posicionou diante do cenário que sinaliza para uma possível greve de ônibus em São Luís. Ao tomar conhecimento, Wellington passou a acompanhar toda a movimentação das reuniões que ocorreram entre o Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários do Maranhão e a Secretaria de Trânsito e Transporte e foi informado sobre a causa da possível paralisação de ônibus e consequente aumento de passagem, como ocorreu em anos anteriores, caso a categoria não entre em acordo.

“Essa possível paralisação de ônibus será um protesto contra o não cumprimento de acordos feitos entre empresários e a categoria. Isso é um desrespeito com os motoristas e todos os trabalhadores. Temos acompanhado as reuniões realizadas no decorrer dessa semana, mas as reivindicações da categoria não foram atendidas. Diante disso, surge o questionamento: a Prefeitura não cumpre acordos e quem paga é a população? Quem pagará pela incompetência da Prefeitura é a população?”, disse Wellington.

O deputado Wellington alertou ainda para um possível aumento na tarifa de ônibus e alertou para a repugnante "lógica" do transporte: primeiro, paralisação e, depois, aumento de passagem.

“O prefeito prometeu que não haveria aumento de passagem nos próximos 04 anos. Ele falou isso durante a campanha eleitoral. Infelizmente, nós já sabemos os passos: primeiro, paralisação de ônibus; depois, aumento na passagem. É sempre assim. Nós não podemos admitir que essa falta de respeito se repita. Não aceitaremos outro aumento. A população não pode pagar, mais uma vez, pela incompetência da Gestão Municipal”, alertou Wellington.

Ao final, o deputado Wellington ressaltou que os motoristas e trabalhadores não podem ser penalizados e que irá cobrar um posicionamento do Prefeito Edivaldo Holanda Júnior para que adote providência emergencial a fim de evitar a greve de ônibus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Geral

Destaques