Pai estupra filha de 1 ano, dá fim macabro no bebê e flagrante choca o Brasil; vídeo


Um caso de estupro está chocando o Brasil e aconteceu na cidade de Juiz de Fora, no estado de Minas Gerais. Nesta segunda-feira, 16, um homem - identificado como Leonardo Monteiro da Silva - foi preso em flagrante após confessar que estuprou a própria filha. A garotinha tinha apenas um ano e dez meses. Além de fazer sexo com a bebê, ele ainda deu um fim macabro na criança. Antes disso, Leonardo brigava com sua ex-mulher pela guarda da menina, identificada como Lady Dayane. A morte da criança está revoltando a cidade mineira. Ao final dessa reportagem, o leitor pode ver uma matéria em vídeo sobre o caso.

A Delegacia de Homicídios da Polícia Civil da região confirma que o vídeo do fragrante do #Crime está em suas mãos. Nele, Leonardo dá detalhes chocantes de como fez sexo com a própria filha e depois a matou. O assassino diz que fez isso usando as próprias mãos, através de estrangulamento. A suspeita é que tudo tenha acontecido para colocar raiva na mãe da menina, uma espécie de vingança do homem que dizia amar a garotinha. Antes disso, no entanto, o suspeito chegou a levar a menina para uma UPA da região. Aos médicos, ele disse que a garotinha caiu de uma rampa e que torceu o braço. Os profissionais de saúde, no entanto, acabaram constatando que Layde Dayane tinha sido vítima de um abuso sexual, pois sua região íntima estava muito machucada.

Os médicos informaram então à polícia sobre o caso. Quando os agentes chegaram ao hospital, a menina já estava sem vida. Leonardo então disse que os machucados e hematomas pelo corpo da filha eram oriundos de quedas constantes que ela tinha, mas depois acabou confessando que transava com a menina. Mais tarde, o homem disse que fez isso com a filha, pois saiu do seu controle mental. Ele argumenta que teve uma espécie de surto psiquiátrico. Na sua opinião, o que o pai dessa garotinha merece? Deixe seu comentário. Ele é sempre importante.

Veja abaixo um vídeo com uma reportagem feita sobre a TV RECORD sobre o caso que está chocando todo o país:







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Geral

Destaques