Dilma Rousseff alfineta Luciano Huck: “Política social de auditório”




Luciano Huck foi citado por Dilma Rousseff durante a palestra “Um Ano de Golpe”, que aconteceu nesta sexta-feira (12), em Porto Alegre. Segundo a revista “Isto É”, a ex-presidente afirmou que o Brasil caminha a “passos largos” para adotar uma “política social de auditório”.

“Em Harvard (universidade nos EUA), eu assisti a uma inovação, que é o que eu chamei de política social de auditório. Uma pessoa quis demonstrar a eficácia social de um programa de televisão, de uma pessoa chamada Luciano Huck, mostrando como uma senhora tinha melhorado de vida”, afirmou ela, no discurso.

Ela completou criticando a tendência que “agora estão caminhando a passos largos para que seja um animador de auditório. Fernando Henrique Cardoso defendeu Luciano Huck como hipótese”. “Isso é gravíssimo. Há uma manipulação eleitoral explícita”, acrescentou.

Durante a palestra, Dilma voltou a falar que o Brasil está em um “desequilíbrio absoluto entre Poderes”, agravado pelo processo de impeachment, que a destituiu da Presidência da República em maio de 2016. “Como o Executivo foi afetado com o golpe parlamentar, os outros poderes, como Legislativo e Judiciário, também foram afetados. No Judiciário, assistimos a seus integrantes se xingando”, afirmou.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Geral

Destaques