“Donos da História” estreia com Manoel Carlos; Aguinaldo Silva marca presença na próxima semana



Neste domingo (7), 18h30, o Viva dá início à exibição da série “Donos da História”, que reconta os mais de 60 anos da teledramaturgia brasileira através de figuras vitais para o gênero: os autores. No primeiro episódio, Manoel Carlos, que retorna ao canal no dia seguinte (segunda, 8) com a reexibição de “Por Amor”, às 23h30 – a novela, vale lembrar, foi veiculada na estreia do Viva, em 2010, às 16h30.

Em seu depoimento, Maneco fala de Helena, personagem central de todos os seus folhetins: “As pessoas realmente têm muita curiosidade para saber quem é a ‘Helena’. Perguntam se foi minha mãe, irmã, namorada ou a primeira mulher. Nada disso. ‘Helena’ é apenas um nome que acho mais apropriado a um personagem do que a uma pessoa real”, diz, citando ainda a ‘Helena’ da mitologia.

O autor ainda cita Lilia Cabral e esclarece os motivos pelos quais nunca deu uma de suas protagonistas à ela: “Nunca encontrei uma pessoa que fizesse tão bem a antagonista da Helena! Ela é uma atriz que sabe dar uma resposta ao papel. O personagem anda com ela, melhora. Fica mais forte e firme. Quando faço uma sinopse, digo ‘muito bem, qual o papel mais difícil da novela?’. É esse que dou para a Lilia”.

No domingo seguinte (14), “Donos da História” terá Aguinaldo Silva, também no ar no Viva com “Tieta”, às 15h30. O autor comentará a criação de uma de suas vilãs inesquecíveis, a Nazaré Tedesco (Renata Sorrah), de “Senhora do Destino”; Sorrah, inclusive, participa através de um depoimento, assim como Betty Faria e Lilia Cabral. A série ainda terá Benedito Ruy Barbosa, Gilberto Braga, João Emanuel Carneiro, Maria Adelaide Amaral, Silvio de Abreu e Walther Negrão, dentre outros.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Geral

Destaques