Explosão deixa 19 mortos e 50 feridos em show de Ariana Grande em Manchester



Uma explosão ocorrida nesta segunda-feira (22) na Manchester Arena, na Inglaterra, deixou ao menos 19 pessoas mortas e outras 50 feridas logo após o show da cantora Ariana Grande. A premiê britânica, Theresa May, confirmou que o fato é tratado pela polícia como um terrível ataque terrorista.

Fontes de inteligência dos Estados Unidos disseram à agência Reuters e à rede CNN que a causa da explosão pode ter sido um suicida. A polícia fez uma explosão controlada no jardim da Catedral, também próxima à arena. A rede BBC tinha informado que havia um objeto suspeito, mas a polícia afirmou que eram apenas roupas abandonadas.

Segundo o jornal "The Guardian", citando uma pessoa identificada como Hannah, houve "uma explosão muito forte, ouvida de dentro da Arena de Manchester, e ela tremeu, então todos gritaram e tentaram sair". "Quando chegamos lá fora, muitos policiais vieram correndo em direção à área e a estação ferroviária Victoria foi cercada", disse Hannah.

A polícia da cidade pediu pelo Twitter que as pessoas ficassem longe da região. "Serviços de emergência estão respondendo a relatos de uma explosão na Manchester Arena. Há um número de mortes confirmadas e outros feridos. Por favor evitem a área uma vez que serviços de emergência estão trabalhando incansavelmente no local", disse a polícia de Manchester em comunicado publicado no Twitter.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Geral

Destaques