OLX lamenta e repudia anúncio de 'venda' do dedo de manifestante

VITOR RODRIGUES FREGULIA TENTOU ATINGIR UM POLICIAL MILITAR COM UM ROJÃO, PORÉM O ARTEFATO EXPLODIU ANTES DE SER LANÇADO


A OLX diz lamentar muito sobre o anúncio que foi feito no seu site, vendendo o dedo de um manifestante que teve a mão dilacerada durante protesto na Esplanada dos Ministérios.
O anúncio dizia assim: “Vendo dedo de manifestante, acabou de cair... unha bem-feita. Pode ser seu, aproveite”.
Por meio de nota a empresa informou que o anúncio foi removido do site e o usuário teve sua conta bloqueada permanentemente.
O manifestante, Vitor Rodrigues Fregulia, tentou atingir um policial militar com um rojão, porém o artefato explodiu antes de ser lançado, dilacerando a mão do rapaz.
Fregulia passou por uma cirurgia, perdeu parte da mão e três dedos. Ele continua internado no Hospital de Base de Brasília (HBB), sem previsão de alta.


Leia a nota da OLX:
A OLX lamenta profundamente este fato e repudia o uso da plataforma para anúncios que fogem ao objetivo da empresa, que é a disponibilização de espaço para que usuários possam comprar e vender produtos e serviços de forma rápida e simples. A OLX reforça que a ferramenta foi criada para auxiliar no desenvolvimento social e econômico do país e que os usuários devem respeitar os Termos e Condições de Uso do site (http://www.olx.com.br/copyright.htm). Infelizmente, algumas vezes as ferramentas da Internet são utilizadas por terceiros de má índole.
No caso em questão, o anúncio foi removido e o usuário teve a sua conta bloqueada permanentemente pela OLX.
Vale lembrar que a OLX também disponibiliza um botão de denúncia em todos os seus anúncios, possibilitando que qualquer pessoa denuncie eventuais práticas irregulares ou conteúdos indevidos.
A OLX reitera, ainda, que está sempre à disposição das autoridades para colaborar nas investigações.

Fonte: Diário do Poder

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Geral

Destaques