08/08/2017

Fugitivo de Imperatriz morre em confronto com policiais militares de Tocantins


O caso aconteceu nesse sábado (5), na cidade de São Sebastião do Tocantins (TO), no Bico do Papagaio, distante 135 km de Imperatriz.

Policiais militares da guarnição de São Sebastião do Tocantins foram cumprir um mandado de prisão em desfavor de Elivaldo Torres da Silva, 43 anos. Este, além de reagir à prisão, ainda tentou atirar nos policiais, que revidaram à ação do acusado e o alvejaram. Ele foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

Elivaldo Torres da Silva era fugitivo da Unidade Prisional de Ressocialização de Imperatriz (UPRI), onde respondia por roubo e estupro. Ele, que tinha a confiança dos agentes penitenciários e costumava realizar serviços no presídio, fugiu pela porta da frente da antiga Central de Custódia de Presos de Justiça, abrindo os cadeados com as chaves. Ele estava foragido desde dezembro de 2016.

Na época da fuga, Elivaldo Torres aproveitou o momento em que monitores tinham levado um outro preso para uma audiência e rendeu um dos agentes, usando uma chave de fenda para ameaçá-lo. O presidiário, então, conseguiu pegar as chaves e foi embora pela porta da frente do presídio. Segundo a polícia, a esposa do bandido estava do lado de fora aguardando para facilitar a fuga.

Elivaldo já tinha fugido de outros presídios no Pará e Piauí. Quando agia, ele sempre procurava assaltar uma mulher, de preferência em um veículo. Além de roubar o carro, ele estuprava a mulher. Isso aconteceu aqui em Imperatriz e em outras cidades do Maranhão. Inclusive, as vítimas estavam bastante apreensivas, tendo em vista que ele estava foragido. Era, segundo o delegado regional, Eduardo Galvão, bandido de alta periculosidade.
O corpo de Elivaldo Torres foi levado para o Instituto Médico Legal de Augustinópolis, de onde foi liberado para familiares logo após a necrópsia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Geral

Destaques