09/08/2017

Smartphones diminuem a capacidade cerebral das pessoas, aponta estudo



Pesquisadores das universidades da Califórnia e do Texas, ambas nos Estados Unidos, descobriram que os smartphones podem diminuir a capacidade cerebral das pessoas — mesmo quando não são usados.

O estudo publicado no periódico Journal of the Association for Consumer Research foi feito com mais de 500 jovens e seus resultados mostram que aqueles que estavam mais próximos de seus aparelho telefônicos, mesmo que desligados, estavam mais atentos aos dispositivos e preocupados com isso.

Os voluntários da pesquisa alegaram se sentirem distraídos pelos celulares, mesmo quando não estavam com eles. “Temos recursos limitados de atenção e utilizamos alguns deles para apontar o resto na direção certa”, conta Adrian Ward, um dos autores da pesquisa, ao Thae Atlantic.

“A ideia é de que os smartphones são importantes o tempo todo e não possui negligência como as outras coisas”, argumenta o especialista, que acredita que o objeto é algo que sempre estará na mente de quem o usa e é mais importante para as pessoas que outros objetos.

Entretanto, o estudo de Ward e seus colegas não foi replicado, o que é um problema, já que há uma grande discussão na atualidade que defende a replicação de todos os estudos psicológicos antes de maiores conclusões. A recomendação do especialista, mesmo assim, é colocar o smartphone em outro cômodo em momentos de descanso e necessidade de maior concentração.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Geral

Destaques