22 de set de 2017

Farah Jorge Farah injetou silicone em nádegas e peito antes de morrer



O ex-médico Farah Jorge Farah, de 68 anos, encontrado morto em seu apartamento no início da tarde desta sexta-feira (22/9), aplicou silicone nas nádegas e no peito. As informações são do jornal O Globo.

O corpo de Farah foi encontrado quando policiais civis se preparavam para cumprir o mandado de prisão contra ele. Na quinta-feira (21), o Superior Tribunal de Justiça (STJ) havia determinado que o ex-médico cumprisse na prisão a pena de 14 anos e 8 meses a qual havia sido condenado em 2014.

O delegado Osvaldo Nico Gonçalves confirmou à reportagem o estado em que o ex-médico foi encontrado. “Ele injetou silicone nos seios [peito] e nas nádegas, sim, senhor. Quando cheguei, ainda dava pra ouvir baixinho uma música fúnebre, não sei qual era. Ele vestia uma saia e um top. Quando finalmente entrei na casa, ele já estava morto e tinha muito sangue no quarto”, informou.

Quando os agentes chegaram à casa de Farah, um chaveiro precisou ser chamado para abrir a porta. A polícia trabalha com a hipótese de suicídio, já que o ex-médico tinha um corte profundo na perna.

Farah foi condenado por homicídio, acusado de matar e esquartejar, em 2003, uma ex-paciente com quem teve um relacionamento amoroso. Em 2007, o ex-médico havia obtido o direito de aguardar o julgamento em liberdade.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Geral

Destaques