7 de dez de 2017

Polícia investiga hipótese de Nenzin ter sido assassinado pelo próprio filho


 Em Barra do Corda (MA), a Polícia suspeita que o ex-prefeito Manoel Mariano de Sousa, o Nenzin, tenha sido assassinado pelo próprio filho Mariano Júnior, o ‘Nenzin Júnior’, ex-candidato a prefeito do município e seu herdeiro político.



Horas depois de retornar de Barra do Corda, onde esteve acompanhando as investigações, o Secretário da Segurança, Jefferson Portela confirmou que a polícia já investiga a hipótese. O secretário não quis dar mais informações, adiantando apenas que estaria "tudo muito estranho” para ser um crime de pistolagem.

Momentos depois de Nenzin ter sido baleado, seu filho, o empresário Pedro Telles, esteve na UPA, para onde o ex-prefeito foi levado, demosntrando sintomas de embriaguez e desequilíbrio, onde acusou o irmão Mariano Júnior de ter cometido o crime.

A presença de Pedro Telles em Barra do Corda é inesperada, já que ele está com prisão decretada pelo assassinato de um conterrâneo conhecido como Miguelzinho, no início dos anos 2000.

Pedro Telles foi julgado, condenado e perdeu todos os recursos impetrados para anular o júri. Com o processo transitando em julgado, o empresário teve sua prisão decretada recentemente, mas a Polícia não conseguiu prendê-lo. A informação do decreto de prisão vazou e Pedro Telles fugiu, porém, estava na manhã desta quarta-feira na UPA, onde o pai foi levado, ainda com vida.

Entenda o caso

Morreu na manhã dessa quarta-feira (06) vítima de um atentado em Barra do Corda o ex-prefeito Manoel Mariano de Sousa, mais conhecido como Nenzin. Ele foi atingido por vários disparos de arma de fogo quando fazia caminhada próximo ao residencial Moradas do Rio Corde, onde morava atualmente. 

Nenzin é pai do deputado estadual Rigo Teles (PV).  Ele foi levado a uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em Barra do Corda e em seguida foi transferido para o Socorrão de Presidente Dutra, mas não resistiu e faleceu.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Geral

Destaques