8 de jul de 2018

Desembargador nomeado por Dilma, filiado ao PT por 20 anos, manda soltar Lula

Rogério Favreto exerceu três cargos em governos do PT



O desembargador Rogério Favreto, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), que foi filiado ao PT por quase 20 anos, concedeu habeas corpus determinando a soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que se encontra preso há três meses na carceragem da Polícia Federal em Curitiba.

Parece ter sido uma ação combinada: três deputados federais, incluindo Paulo Pimenta (PT-RS), autores do habeas corpus, esperaram que o plantão do desembargador Rogério Favreto para impetrar a medida. Os três deputados já se encontravam nas imediações da PF, em Curitiba, quando o habeas corpus foi concedido. Esse grupo pressiona agora a PF a cumprir o mandato.

Favreto foi assessor do ex-ministro da Justiça Tarso Genro, ex-governador gaúcho e ex-presidente do PT, e exerceu cargos em três governos petistas do Rio Grande do Sul, antes de ser nomeado por Dilma Roussef ao TRF-4, em 2011, escolhido entre advogados. Foi também assessor da Casa Civil no governo Lula e o único desembargador do TRF-4 a votar em 2017 pela abertura de um processo disciplinar contra Sergio Moro, por “índole política”. O desembargador se notabilizou como o principal crítico da Lava-Jato no tribunal.

Lula está preso desde 7 de abril após sua condenação em segunda instância por corrupção e lavagem de dinheiro. A ordem de prisão foi expedida pelo juiz Sérgio Moro, que o condenara em primeira instância, por ordem do TRF-4.

Fonte: Diario do Poder

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Geral

Destaques