27 de jul de 2018

Justiça nega novo pedido de Carlos Lula para suspender investigações da CGU


A justiça federal negou um novo pedido do secretário de saúde do Maranhão, Carlos Lula, para suspender as investigações da Controladoria-Geral da União (CGU) sobre fraudes na Secretaria de Saúde do Maranhão.

A decisão é da primeira vara da Justiça Federal. O juiz Roberto Carvalho Veloso determinou o prosseguimento da investigação depois que a justiça concedeu ao secretário o acesso aos autos do processo.


Decisão da 1ª Vara Federal sobre um mandado de segurança impetrado por Carlos Lula (Foto: Reprodução/TV Mirante)Para o magistrado, a investigação deve continuar porque há a suspeita de desvio de dinheiro destinado à saúde pública. O processo é referente a investigação de contratos de gestão e a contratação de pessoal pelo Instituto de Desenvolvimento e Apoio a Cidadania (IDAC) em unidades de saúde por parte do Governo do Estado.Na época, foram cumpridos mandados de prisão temporária, busca e apreensão. A Controladoria-Geral da União diz que as fraudes podem ter superado os 18 milhões de reais.Em nota, os advogados de Carlos Lula disseram que não existe processo judicial contra o secretário na 1ª Vara Federal de São Luís. Eles disseram ainda que o pedido da defesa foi feito a fim de combater atos considerados abusivos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Geral

Destaques