25 de jul de 2018

Preso em São Luís último suspeito de participar de quadrilha de clonagem de Whatsapp


A Polícia Civil do Maranhão deu cumprimento à prisão preventiva de Rudson Januario Serra, considerado o último suspeito de participar da quadrilha de Leonel Silva Pires Junior, preso no dia 17 de julho. Os demais suspeitos continuam presos.


Para a Polícia, Leonel fazia a clonagem de chips de políticos do legislativo e executivo em âmbito nacional com a utilização do aplicativo WhatsApp. Entre as vítimas estão a governadora do Paraná, um deputado e ministros do Governo Federal.

A prisão de Rudson ocorreu na tarde desta terça-feira (24) no condomínio Ecospace II, no bairro do Anil, em São Luís. Ele foi levado para a Superintendência Estadual de Investigações Criminais e depois ao complexo penitenciário de Pedrinhas, onde permanecerá à disposição da justiça.

O G1 tentou contato com a defesa de Rudson Januario Serra, mas não foram encontrados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Geral

Destaques