13 de set de 2018

Decisão de magistrado sobre Adelio ridiculariza a Rede Globo (Veja o Vídeo)



A tentativa da Rede Globo, sabe-se lá com que intenções, de transformar o meliante e militante Adelio Bispo de Oliveira num louco foi ridicularizada pelo juiz do processo.

Na segunda-feira (10), logo após a exibição do Fantástico, com a lamentável reportagem, os advogados deram entrada com uma petição requerendo que fosse concedida uma banca psiquiátrica para avaliar a saúde mental de Adelio. Parecia ser o momento ideal para o pedido.

Felizmente não lograram êxito. Adelio não agiu sozinho e nem tampouco é um ‘lobo solitário’.

O juiz federal Bruno Souza Savino foi taxativo e indeferiu a pretensão.

Não há elementos de informação que sustentem a existência de dúvida relevante e plausível sobre a higidez mental do investigado”, cravou o magistrado.
A decisão demonstra o quanto foi ridícula a reportagem da Rede Globo, tentando de todo modo transformar o criminoso em ‘débil mental’.

A divulgação do próprio depoimento do acusado na audiência de custódia, demonstrando ser ele uma pessoa bem articulada e consciente do crime que cometeu, foi desmoralizante para a versão que a emissora tentou dar ao crime.

O crime foi político. A Rede Globo prestaria um grande serviço à nação e a Justiça, se utilizasse toda a sua estrutura para ajudar a elucidar o caso, com a identificação do mandante.

Em "ato falho", Adelio praticamente confessou o envolvimento de outras pessoas no atentado.

Veja o vídeo:






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Geral

Destaques