26 de out de 2018

Maranhense concorre a campeonato com o poste de luz solar

Um projeto que vai reduzir os custos com energia elétrica e aumentar a segurança no Campus da Universidade Federal do Maranhão



A competição tem o objetivo de selecionar a melhor solução para o campus que o estudante cursa. “Escolhi a área de segurança e consumo sustentável, com aplicação de postes de luz solar, visando uma maior eficiência energética e segurança dentro do campus. A UFMA utilizou 30% do seu orçamento neste ano para pagar energia elétrica, sem falar que pelo Campus existe muita área com sombra, escura, o que vai melhorar a segurança da comunidade. A ideia foi de uma empresa júnior, a Enetec. Então, o meu projeto se baseia na aplicação dessa ideia no campus, com o melhoramento e desenvolvimento do produto”, diz o estudante.

Caso o projeto dele fique entre os 30 mais votados (o resultado será divulgado nesta sexta-feira), ele passará por uma avaliação de uma banca de jurados que irá avaliar os projetos de acordo com adequação ao tema; adequação às normas da Língua Portuguesa (ortografia, coesão, coerência); criatividade; impacto da ideia; entre outros. A partir daí, ele passa para a última fase, que será a entrevista on-line, via Skype, com um dos representantes da banca examinadora.

E se for aprovado, vai receber mentoria com profissionais de outros países, destaque nas suas áreas (design, engenharia, projetos, etc), com o objetivo de prototipar a ideia, além disso, será cedido um espaço, com ferramentas e acompanhamento do representante da Red Bull Local. Essa etapa terá duração de um mês. Depois, será pago ao vencedor uma viagem para Berlim, com tudo pago, para disputar com representantes de outros 16 países.

“Desenvolver projeto desse tipo é o que se espera desde a entrada no curso de Engenharia. Estudamos 5 anos para nos formamos e começarmos a executar projetos, então é, com toda certeza, um sentimento de realização. Além de ser muito empolgante, estar disputando com uma galera engajada, que tá correndo atrás pra mudar o meio que vive, estuda. Olhei os outros vídeos e tem ideias realmente muito boas.

O estudante, fundador e presidente da empresa júnior do curso, Insight Empresa Júnior, também já foi presidente do Diretório Acadêmico de Engenharia Elétrica. Pensar e trabalhar para melhorar e transformar positivamente o mundo sempre fez parte da sua vida. “Sempre procurei isso na minha formação”, define.

Fonte: O imparcial

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Geral

Destaques