13 de nov de 2018

Bolsonaro sobre Joaquim Levy: “Se não abrir a caixa-preta, ele está fora”

Imagem: José Cruz | Agência Brasil
O site O Antagonista conversou com o presidente eleito, Jair Bolsonaro, sobre a escolha do economista Joaquim Levy para comandar o BNDES, apesar de seu histórico de serviços prestados aos governos de Dilma Rousseff e Sergio Cabral.
O capitão reformado do exército afirmou:
“Tanta gente que já apoiou a Dilma, apoiou o Lula, apoiou o Temer.. Não é por que apoiou, teve do lado, num cargo, que você vai execrar o cara. Teve cara que passou por lá sem problema nenhum”.
O presidente ainda explicou que “foi uma decisão do Paulo Guedes, que pediu um voto de confiança”.
“A caixa-preta vai ser aberta na primeira semana! Não tenha dúvida disso. Se não abrir a caixa-preta, ele está fora, pô!”.
Bolsonaro também defendeu a “suspensão de todos os sigilos” do BNDES, dizendo que “isso será tratado dessa maneira”.
Ele ainda comentou que não existe nenhum processo contra Joaquim Levy, “nada que desabone sua conduta”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Geral

Destaques