20 de nov de 2018

Investigação aponta que idosa de 106 anos foi morta a pauladas por ter reconhecido o assassino



O delegado Fagno Vieira dos Santos titular da 11ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Balsas descartou nesta segunda-feira (19) a hipótese de latrocínio (Roubo seguido de Morte) do assassinato da idosa de 106 anos Antônia Conceição da Silva, ocorrido em Feira Nova do Maranhão na madrugada deste sábado (17).

"O assassino revirou toda a casa em busca de objetos de valor o que nos levou a acreditar a princípio que ele havia levado uma bolsa com cerca de 30 reais dentro. Mas a bolsa foi encontrada nesta segunda (19), confirmando que nada de valor foi levado da casa. Disse o delegado.

De acordo com as novas informações a polícia investiga agora a hipótese de que a vítima Antônia Conceição da Silva, de 106 anos teria acordado e reconhecido o assassino, o que leva a crer que essa teria sido a verdadeira motivação do crime.

Nessa segunda-feira 19 a policia informou que encontrou um bastão de madeira com marcas de sangue no local do crime que pode ter sido usado para espancar a idosa.

Essa pessoa provavelmente conhecia a rotina daquela família, sabia que a senhora se encontrava sozinha naquele momento, entrou saltando o muro, quebrou as telhas da cozinha e teve acesso ao interior da residência. Ali, revirou a residência toda a procura de algum objeto de valor, mas a gente acredita que nesse instante a vítima acordou, provavelmente o reconheceu e, por essa razão, ele a matou”, concluiu o delegado Fagner.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Geral

Destaques